Pagina PrincipalInstitucionalHistória do Município

São João do Pacuí teve sua origem numa mata muito fértil e bonita, na qual hoje pode ser comprovada pela paisagem que representa. Algumas famílias de origem trabalhavam na agricultura e pecuária, visando sobrevivência de seus familiares. Os produtos para alimentação e vestimentas eram trazidas da cidade de Montes Claros, em lombos das tropas de burros ou em carros de bois. A comercialização era feita através do processo de troca de mercadorias produzidas pelos agricultores do local. As luminárias eram lamparinas com pavios de algodão, municiada com azeite extraído da mamona.

Com o passar do tempo, construíram algumas casas e deram o nome de RESSACA ao lugar, devido aos moradores que freqüentam os alambiques de aguardente, alambicada a partir da matéria prima extraída da cana de açúcar.

Um senhor da época acreditando no desenvolvimento do vilarejo, resolveu abrir uma vendinha onde, além de servir para os habitantes abastecerem dos gêneros de primeiras necessidades, passou a ser ponto de encontro para a maioria de seus moradores. Com esse avanço, mudaram o nome de RESSACA para SÃO JOÃO DA BARRA, devido aos riachos de água Branca e Brejão, desaguarem no rio Sumidouro, que por sua vez banha a região.

Em 10 de junho de 1912 com elevação da sede mãe, "Coração de Jesus - MG", à condição de comaryo;também de vilarejo passou a condição de distrito, bem como, recebeu um novo nome" São João do Pacuí" , devido o maior rio que banha a região, chamar Rio Pacuí.

Em 22 de dezembro de 1996, ganhou a Emancipação Política e Administrativa, e em 10 de janeiro de 1997, foi empossado o 1 administrador público, bem como os parlamentares Municipais constituintes, ambos dos poderes eleitos dentro da plena legalidade, pelo sufrágio das urnas e fiel ao regime democrático. A partir daí, vem se desenvolvendo, através de trabalho árduo, mas compensador, pois os seus descendentes encontram-se cada vez mais empenhados em proporcionar o seu sucesso.

O Município de São João do pacuí, situado a 500 Km de Belo Horizonte, com área de 420,2 Km e com p9pulação estimada em 8.004 habitantes, tem como distrito Santa da Pedra e com economia predominante a agricultura e pecuária. Seus principais atrativos turísticos são: cachoeiras, grutas e o turismo religioso em Santa da Pedra. Tem como principais eventos festivos a Festa Tradicional de São João Batista na sede e a Festa Religiosa em Santa da Pedra, a Cavalgada de São Sebastião e a Vaquejada em Junho.

O município de São João do Pacuí está inserido no contexto turístico, sendo a sua área territorial um parque de surpreendente espeleológico, face as suas elevações de calcário que guardam um notável acervo construído pela natureza ao longo dos tempos, fonte inesgotável de pesquisas que retratam fielmente a evolução da humanidade, através de inúmeras grutas que registram a passagem do homem préhistórico, marcadas por sinalizações ou por desenhos multicores não identificados.

Visitem!

Vejam o video "São João do Pacuí no quadro "Minha Cidade" InterTV Grande Minas"